Carnaval – Propostas de Freixo e Luciana

Carnaval

Nesta segunda, 10 de outubro, a Cultura do Rio se reúne com Freixo e Luciana no Armazém da Utopia, na região portuária do Rio. Temos um projeto específico para um dos maiores bens culturais da cidade: o carnaval! Queremos instituir um Plano Municipal de Democratização do Carnaval e uma sub-secretaria própria para o evento, além de outras propostas que unem cultura, educação e assistência social:

☼ Instituir um Plano Municipal de Democratização do Carnaval, garantindo a participação ampla, direta e descentralizada da sociedade ao longo de todo o processo de elaboração e implantação;

Criar a Subsecretaria Municipal do Carnaval, integrando sua estrutura diretamente à Secretaria Municipal de Cultura, tendo como principais funções assumir a organização do desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro, privilegiando os valores culturais e garantindo a correta gestão dos recursos públicos destinados às agremiações, bem como assumir a organização do carnaval de rua, privilegiando os valores culturais, promovendo a ocupação democrática do espaço público durante o carnaval, e garantindo a correta gestão dos recursos públicos destinados aos blocos de rua;

Recuperar o projeto original do sambódromo, com reformas que garantam o fim das frisas (ou, pelo menos, de um lado delas), transformando-as, como no projeto original, em uma grande “geral”, com preços populares;

Elaborar um sistema interativo de comunicação para oferecer programas informativos (com aplicativos para celular) que
contem a história do carnaval do Rio e expliquem o espetáculo da Sapucaí em tempo real;

Realizar audiências públicas para debater com a sociedade civil os critérios que devem ser utilizados pela prefeitura para a correta gestão dos recursos públicos destinados às agremiações carnavalescas, apresentando a proposta de condicionar a subvenção pública às escolas de samba à relevância cultural dos enredos, buscando a gestão criteriosa de recursos para que as escolas não se tornem canais de propaganda: caso uma agremiação opte por retratar uma marca comercial, propomos que a mesma não receba verba pública, mas tenha garantido seu direito de desfilar utilizando-se de verba privada;

Ampliar os investimentos nos desfiles das escolas de samba dos grupos de acesso e das escolas de samba mirins;

Planejar medidas que visem a preservação de grandes agremiações tradicionais do carnaval, responsáveis por históricos desfiles de sambas, mas que perderam a força com o passar dos anos;

Realizar audiências públicas para debater com a sociedade civil os critérios que devem ser utilizados pela prefeitura para a correta gestão dos recursos públicos destinados às agremiações carnavalescas, apresentando a proposta de condicionar a subvenção pública aos blocos de rua à relevância cultural dos enredos, buscando a gestão criteriosa de recursos para que os blocos de rua não se tornem canais de propaganda: caso um bloco opte por retratar uma marca comercial, propomos que o mesmo
não receba verba pública, mas tenha garantido seu direito de desfilar utilizando-se de verba privada;

Garantir a concorrência da transmissão televisiva no Carnaval, com o fim da exclusividade na transmissão televisiva e a garantia de que as Canais de Televisão Educativos possam a transmitir o evento sem a necessidade de pagar pelos direitos;

Propostas para a Cultura

Programa Completo

PSOL Carioca

Site oficial do Diretório Municipal do Partido Socialismo e Liberdade da Cidade do Rio de Janeiro #50

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *