Nota da Executiva Nacional do PSOL

Considerando o agravamento da crise política e a absoluta ilegitimidade do Congresso Nacional para dar uma solução democrática às graves denúncias envolvendo o presidente da República, o Partido Socialismo e Liberdade exorta seus dirigentes, militantes, filiados e simpatizantes a:

1. Aprofundar a luta pela saída imediata de Michel Temer da Presidência da República. Seu governo ilegítimo chegou ao final e não pode continuar;

2. Defender a imediata convocação de eleições diretas para a Presidência da República, devolvendo à soberania popular a definição sobre os destinos do país através de um governo democraticamente eleito;

3. Ampliar as iniciativas unitárias contra as reformas que retiram direitos do povo brasileiro, em especial as reformas trabalhista e previdenciária;

4. Estimular a convocação de uma nova greve geral de massas, capaz de demonstrar que os trabalhadores e trabalhadoras não aceitam arcar com as consequências da crise política e econômica que os país atravessa;

5. Engajar-se decididamente no #OcupaBrasília, convocado para este dia 24 de maio, na capital federal. Nossos militantes devem deslocar-se massivamente para Brasília, engrossando essa manifestação decisiva para o futuro da democracia.

EXECUTIVA NACIONAL DO PSOL
São Paulo, 20 de maio de 2017

PSOL Carioca

Site oficial do Diretório Municipal do Partido Socialismo e Liberdade da Cidade do Rio de Janeiro #50

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *