Para além do Carnaval, a política

Foto: Fernando Lemos / Agência O Globo

Se o #ForaTemer ecoou por todo o Brasil neste carnaval, o desfile da Orquestra Voadora trouxe o menu completo das pautas e lutas políticas no Rio e no país. Pezão, Cedae, UERJ, respeito às mulheres e direito à cidade estiveram lado a lado com a alegria e a cultura. Nesse sentido, mas na avenida, o Setorial de Mulheres do PSOL também fez campanha distribuindo cartilha e adesivos nos blocos contra a violência machista e misógina – Não é Não! Amor de Carnaval é Sem Violência. 

Folha de São Paulo
Folha de São Paulo

Nesse Carnaval, seja no Rio com o Ocupa Carnaval, os 100 anos da Revolução do Cordão do Prata Preta ou o Comuna QUE PARIU ou seja, na Bahia com o BaianaSystem, ficou claro o que é ter liberdade para ser alegre e crítico ao mesmo tempo, sem perder o rebolado nem o respeito. Esse aspecto, queremos sempre!

Estar nas ruas é um ato político e o carnaval de 2017 confirma que somos sim, uma sociedade que precisa se expressar e estar criativa e firmemente manifestando seus anseios e insatisfações. Foram apenas 4 dias, mas o PSOL Carioca, seus militantes e figuras públicas continuarão sem medir esforços, no asfalto, na favela e nas casas legislativas, para que a voz dessa multidão não se perca na quarta-feira de cinzas.

Temos a venda da Cedae e as reformas da previdência e trabalho para impedir. Não será pouco o amor pelo comum, seja nas redes, seja nas ruas.

 

PSOL Carioca

Site oficial do Diretório Municipal do Partido Socialismo e Liberdade da Cidade do Rio de Janeiro #50

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *