Movimento LGBT se unifica e vai às ruas contra liberação da “cura gay”

Por Márcio Anastácio

O movimento LGBT do Rio de Janeiro, composto por mais de 50 instituições, coletivos, setoriais de partidos políticos, Ongs, conselhos e associações se unificou e chama para esta sexta-feira (22), às 17h, uma grande marcha por direitos. A manifestação popular é motivada pela decisão liminar do juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara do Distrito Federal , que libera pseudoterapias psicológicas de reversão sexual para homossexuais.

A marcha terá início na frente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), centro do Rio, e segue em direção à praça da Cinelândia. Parlamentares assumidamente LGBTs como Jean Wyllys (PSOL) e David Miranda (PSOL) e Marielle Franco ( PSOL) já confirmaram presença no protesto. Artistas e figuras públicas também convocam a população através das mídias sociais e já confirmam presença.

A organização da marcha destaca outras pautas importantes para os manifestantes como o fim da patologização das pessoas trans, o fim dos estupros corretivos contra as mulheres lésbicas e dos homens trans, a manutenção da resolução 01\99 do Conselho Federal de Psicologia, o fim dos crimes de ódio contra LGBT, pela garantia do debate de gênero e sexualidade nas escolas, contra o projeto de lei “Escola Sem Partido” e pelo fim da alienação parental de menores LGBT.

Outras pautas também serão reivindicadas pelos movimentos como: a garantia do Estado laico, contra o genocídio da população negra e indígena, pela legalização do aborto, contra o racismo religioso, contra o conservadorismo no judiciário, contra a violência doméstica e contra o desemprego estrutural.

Serviço:
Ser LGBT+ Não é Doença: nenhum direito a menos

Onde: Em frente a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro
Hora: 17:00
Informações: https://www.facebook.com/events/122443618417742/

PSOL Carioca

Site oficial do Diretório Municipal do Partido Socialismo e Liberdade da Cidade do Rio de Janeiro #50

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *