Nota à Militância do PSOL

Diante da manutenção da gravíssima crise nacional a partir da continuidade da greve dos caminhoneiros e da crise de abastecimento que não se resolve, do crescente desgaste do governo Temer, que perdeu toda a credibilidade para estabilizar o país, e da possibilidade de que a entrada em cena de petroleiros e outras categorias organizadas permitam que as pautas e reivindicações progressistas disputem a população contra o crescente e inaceitável apelo à intervenção militar, a Executiva Nacional propõe as seguintes medidas:

1. Total apoio e engajamento na greve dos petroleiros;

2- Manutenção do nosso apoio à greve dos caminhoneiros. Contra política de desonerações que favorece os interesses das grandes empresas de transporte

3. Participação massiva da militância do PSOL nos atos convocados para amanhã pela Frente Povo Sem Medo e Frente Brasil Popular nesta quarta (30);

4. Realização de plenárias com a militância do PSOL em conjunto com nossos aliados em todo o Brasil para manter a mobilização contra as saídas reacionárias para a crise;

5. Denunciar publicamente as propostas de intervenção militar! Reafirmar a campanha pelo Fora Temer! e pela Garantia de eleições democráticas e livres;

6. Contra a política de preços. Fora Parente da Petrobras!

Executiva Nacional do PSOL
29 de maio de 2018

PSOL Carioca

Site oficial do Diretório Municipal do Partido Socialismo e Liberdade da Cidade do Rio de Janeiro #50

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *