Se o Estado do Rio Fosse Nosso

O PSOL Carioca faz parte do movimento Se o Estado do Rio Fosse Nosso que organiza encontros para pensar diagnósticos das situações atuais e soluções criativas para os bairros, as cidades do Rio e o nosso estado. São soluções pensadas coletivamente por quem vive o dia a dia do estado e conhece de perto seus problemas.

O desafio do PSOL Carioca é também articular através de seus militantes, núcleos e setoriais, uma frente que se empenhe em organizar grupos focais e núcleos territoriais do movimento e que com isso, expanda as discussões locais e de setores para além do partido, pensando em soluções que possam também ser incorporadas em programas políticos defendidos pelo PSOL e seus candidatos em processos eleitorais, mas também, se transformar em políticas públicas defendidas por mandatos e pelo partido.

Neste momento, o objetivo geral é discutir e debater quais os principais problemas de cada região do estado e por aqui, o PSOL Carioca deseja municiar o PSOL Rio de Janeiro com os apontamentos da população na capital. Em março, abril e maio o Se o Estado do Rio Fosse Nosso já esteve na Zona Oeste da cidade, na Ilha do Governador, em Caxias, Volta Redonda, em Rio das Ostras, Macaé entre outras, além de ter organizado encontros setoriais de segurança, educação e cultura, por exemplo. Em junho, acontecem os encontros de saúde, justiça sócio ambiental, sobre o Maracanã e em outras cidades. Com isso, o movimento pretende fazer um mapa das lutas que nos aponte os melhores caminhos para formular propostas e mobilizar as pessoas, já pensando no programa para 2018.

Mobilize o seu núcleo e entre em contato com o movimento para organização de atividades:

mobilizacaoserfn@gmail.com

Acesse os canais e se informe sobre as atividades do Se o Estado do Rio Fosse Nosso:

Plataforma: SeoEstadodoRioFosseNosso.com.br

Facebook: facebook.com/SeoEstadodoRioFosseNosso

Twitter: @seorjfossenosso

Instagram: @seoestadodoriofossenosso

PSOL Carioca

Site oficial do Diretório Municipal do Partido Socialismo e Liberdade da Cidade do Rio de Janeiro #50

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *