Querem acabar com a aposentadoria! Saiba porque somos contra a reforma de Guedes e Bolsonaro:

RUMO À GREVE GERAL DO DIA 14 DE JUNHO!

querem-acabar-com-a-aposentadoria

A reforma da previdência de Guedes e Bolsonaro pode ser votada ainda em junho no Congresso Nacional. Sua aprovação significa um futuro tenebroso para milhões de brasileiros, principalmente, os já precarizados em nosso sistema social. Ao mesmo tempo, bancos, mercado financeiro e parceiros, como os meios de comunicação, serão os mais beneficiados com a reforma. A mídia, que não se  esquiva em criticar Bolsonaro, tenta a todo momento impor a ideia de que é preciso se fazer uma reforma na seguridade social a todo custo, senão o país desmonta, quebra, vai para o buraco. Já vivemos esse filme anteriormente e nada do que falavam foi motivo para melhoria da condição de vida para trabalhadores, sobretudo os desempregados, desocupados e desalentados. Pelo contrário, as dificuldades só aumentaram aos mais pobres. No Rio, por exemplo, já é mais de 1, 5 milhão de desempregados e a população de rua da capital já pode chegar a 20 mil. Em 2017, a secretaria de assistência social da prefeitura apurou que havia 15 mil pessoas vivendo pelas vias e becos da cidade maravilhosa. Mas informações recentes dão conta do crescimento acelerado logo depois do golpe de 2016 e da farsa das Olimpíadas. Não teve terceirização, reforma trabalhista, PEC dos gastos e arminha que estejam dando conta de trazer a dignidade e o trabalho de volta para o Rio de Janeiro.

Com a precarização do trabalho e o desgosto pela política, muita gente ainda não sabe sobre a GREVE GERAL do dia 14 de junho. Precisamos nos espalhar pela cidade para convocar e conversar com quem nela transita. As propostas prejudicam a maioria dos trabalhadores atuais e os que ainda vão ingressar no mundo do trabalho. E, cerca de 70% da suposta economia seria sobre o já diminuto ganho de uma população majoritariamente em menos condições e que recebe em sua maioria um salário mínimo. Assim, a paralisação das atividades durante um dia é uma ferramenta social muito importante que demonstra a todas e todos a insatisfação com as propostas de trazer mais dificuldades para a vida dos que já tem muito menos.

AMANHECER PELA PREVIDÊNCIA – entre 11 e 12 junho

É importante irmos para as ruas e pressionar os deputados do Rio de Janeiro para que não deixem aprovar a reforma que vai trazer mais miséria e conflitos para um Rio já saturado dessa dor, gerando sofrimento e mais mortes. Por isso, estamos preparando um novo Amanhecer. Dessa vez, claro, pela previdência.

O “Amanhecer pela Previdência” acontece em toda a cidade do Rio e tem seu início na virada do dia 11 para o 12 de junho. Seu principal objetivo é dialogar com as pessoas sobre a reforma da previdência para que se envolvam nas atividades programadas para a Greve Geral do dia 14 de junho. Preencha o formulário e participe: http://bit.ly/amanhecerpelaprevidencia

O PSOL  também preparou uma cartilha de como preparar uma banquinha nas ruas para defesa da previdência. Acesse, baixe e mobilize: Cartilha Banquinha pela Previdência

Reunião de organização do Amanhecer pela Previdência

Mas antes, nesta quarta, 5, a partir das 18h30, convidamos a todas e todos que desejam participar do Amanhecer para uma reunião de organização e distribuição de material. Ela acontece na sede do PSOL Carioca, na Rua Joaquim Silva, 56 – 10º Andar | Lapa. Saiba mais: http://twixar.me/6yjn

amanhecer-pela-previ-evento

PSOL Carioca

Site oficial do Diretório Municipal do Partido Socialismo e Liberdade da Cidade do Rio de Janeiro #50

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *