Arte no Metrô – Nota do Setorial de Cultura do PSOL

O Setorial de Cultura do PSOL Carioca manifesta seu repúdio à decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro que proibiu performances artísticas dentro de barcas e de vagões de trens e metrôs. O deferimento da Ação Direta de Inconstitucionalidade, movida por Flavio Bolsonaro, deixa nítida a vontade de determinados setores políticos em suprimir as diversas formas de expressão do povo.
 
Diante das condições de vida cada vez mais precarizadas da classe trabalhadora, obrigada a se sujeitar à péssima estrutura de mobilidade urbana do Estado, as manifestações artísticas nos metrôs, trens e barcas cumprem papel fundamental na interação entre usuários, gerando reconhecimento dos indivíduos enquanto seres coletivos, na democratização da produção e do acesso à Cultura, bem como proporcionam uma necessária atmosfera de alegria e bem estar. Além da importância cultural e social destas manifestações, muitos artistas sobrevivem das contribuições financeiras voluntárias dos usuários e, por isso, serão duramente prejudicados pela proibição do exercício de seu trabalho.
 
Enquanto a população do Rio sofre com a lotação e a precarização do transporte público, com o desemprego, com a violência alarmante, com os desmontes dos serviços públicos, a família Bolsonaro prioriza seus esforços para criminalizar a classe artística e tentar calar as vozes do povo.
 
O PSOL Carioca se coloca inteiramente ao lado dos artistas na luta pela liberdade das manifestações culturais. Defendemos a imediata reversão desta decisão na Justiça e a garantia da Secretaria de Transporte para a continuidade das performances artísticas nos metrôs, trens e barcas.
Pela liberdade das manifestações das artes e por uma Cultura transformadora!

PSOL Carioca

Site oficial do Diretório Municipal do Partido Socialismo e Liberdade da Cidade do Rio de Janeiro #50

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *