Moção contra a perseguição aos petroleiros e petroleiras que lutam contra a privatização da Petrobrás

Através desta, denunciamos a presidência da Petrobras e o Governo federal que estão processando trabalhadores que estão em luta contra a privatização da Petrobrás. Natália Russo, Marcello Bernardo, Eduardo Henrique e Igor Krettli ingressaram com uma ação popular contra a venda das Refinarias de Petróleo da companhia. Além de se desfazer de um patrimônio estratégico para o desenvolvimento social brasileiro, esta privatização de ativos de uma empresa estatal está sendo feita de forma totalmente ilegal.

A direção da Petrobrás está processando os trabalhadores por danos morais e materiais. Os petroleiros e petroleiras exercem democraticamente o direito de questionar esta arbitrariedade. A empresa exige reparações no valor de R$ 120.000,00 (cento e vinte mil) de cada um, processo este que ainda pode virar um inquérito investigativo com claro tom de ameaça.

Chamamos a todo movimento social brasileiro a cercar de solidariedade os que estão sendo processados e mais uma vez repudiamos as práticas antissindicais da direção da Petrobrás e do Governo Bolsonaro.

Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2019

PSOL Carioca

Site oficial do Diretório Municipal do Partido Socialismo e Liberdade da Cidade do Rio de Janeiro #50

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *