🥁 🎷 Em meio ao obscurantismo de um prefeito que odeia o carnaval e censura exposições, uma vitória considerável ao lado dos movimentos e coletivos de cultura aqui no Rio. Ontem, pelo PSOL Carioca, o vereador Tarcísio Motta ajudou a aprovar o SISTEMA MUNICIPAL DE CULTURA, a sua regulamentação e o apontamento do FUNDO e do PLANO de cultura. Eles formam com o CONSELHO, o tripé para a construção de políticas públicas mais transparentes, territorializadas, populares e que ajudem na busca da população por direitos.

Foi aprovado nesta noite, na Câmara do Rio, o Sistema Municipal de Cultura, que institui o Conselho, o Plano e o Fundo Municipal de Cultura do Rio de Janeiro.

Essa é uma luta de muitos anos, e hoje foi dado um primeiro e importante passo. Com a aprovação do Sistema, precisamos agora construir o Plano Municipal de Cultura, com tudo o que foi acumulado até aqui. É preciso ter uma nova Conferência Municipal de Cultura, em que se discuta o plano a partir das diretrizes que já foram aprovadas, com metas e definições claras para que a sociedade possa cobrar da Prefeitura.

O segundo desafio é pensar o financiamento. Precisamos debater e aprovar projeto de lei que regulamente o repasse da lei do ISS para o Fundo Municipal de Cultura. Hoje, menos de 0,5% do orçamento é destinado a esta pasta, que é tão fundamental para a nossa cidade.

Cultura gera emprego, gera renda, movimenta a economia da cidade. E faz muito além disso: cultura incomoda, gera reflexão, leva a gente a repensar o nosso papel no mundo. É impossível pensar no Rio sem a sua cultura. É inimaginável termos uma Prefeitura que trabalhe contra a cultura.

Comemoremos a vitória de hoje, e sigamos firmes para os próximos embates. Parabéns a todas e todos que estão na linha de frente pela cultura carioca! É por isso que dizemos: só a luta muda a vida!