Socialismo ou Barbárie?

Será mais uma crise do capital? Ou essa é A CRISE do sistema econômico desigual e desumanizado imposto de forma radical após 1989 e que, apesar de todos os alertas, consome o planeta e ameaça a sociedade? Como nos preparar e nos organizar diante o perigo eminente?

Nesta segunda, 18 de maio, recebemos os historiadores e professores da UFF, Virgínia Fontes e Demian Melo. Será o quarto encontro pelo Ciclo de Debates “Civilização ou Barbárie: Pandemia, Carestia e Trabalho”. A iniciativa do Coletivo de Formação do PSOL Carioca traz nessa edição as discussões sobre os pensamentos liberal, social-democrata e socialista em meio à pandemia. Marque presença no evento:
https://www.facebook.com/events/304880837168261/

A Novo Coronavírus pode ser o estopim de uma crise sem precedentes nas relações econômicas mundiais. A junção política do pensamento liberal pós-crise de 2008 ao da política do ódio, nos trouxe mais e mais precariedade e miséria. Seja globalmente, seja localmente.

No Brasil, o quadro ainda é mais complexo. Vivemos hoje, os efeitos danosos do golpe de 2016. A entrada de Michel Temer abriu um maior espaço para que medidas liberais – já em curso na época – fossem aceleradas. De um lado, elas beneficiaram um maior rentismo, inflando de forma ilusória a bolsa de valores, por exemplo, e o mercado financeiro. Por outro, impuseram a perda de direitos a trabalhadoras e trabalhadores, fragmentados por empregos sem garantias, ilusões trazidas pelo “empreendedorismo” e desmobilizados pela total falta de organização militante das novas formas de trabalho.
 
O limite dos gastos públicos tirou as proteções sociais e as reformas trabalhistas e a terceirização jogaram milhões na informalidade. Agora, quando mesmo o mundo capitalista recua com acenos ao modelo social-democrata keynesiano diante à ameaça fatal de um pandemia, o governo brasileiro insiste em políticas econômicas devastadoras para a maioria da população. Bolsonaro se preocupa mais com o mercado, não socorre da forma devida aquelas e aqueles que tiveram sua subsistência ameaçada com o isolamento social nem dá segurança aos empregos com políticas claras para pequenas e médias empresas. É uma crise que atinge a todos, mas sobretudo os mais pobres que vêem migrar a doença das áreas mais ricas para suas comunidades e vêem minguar a oferta de leitos públicos.
 
ASSISTA AO VIVO – A PARTIR DAS 18H30:
SEGUNDA, 18 DE MAIO:
 

CICLO DE DEBATES: Civilização ou Barbárie: Pandemia, Carestia e Trabalho
 
A pandemia de Covid-19 é mais um elemento da crise socioeconômica que já vivíamos. Talvez o mais cruel, massivo e decisivo motor na transformação da vida futura. Entretanto, a pandemia somada aos colapsos cíclicos do capitalismo, à crise ambiental, ao aumento do custo de vida, à perda de direitos e à dificuldade de organização social de base, traz ainda mais desafios para aqueles que colocam a vida acima do lucro.

 

Coletivo de Formação do PSOL Carioca
psolcarioca.formacao@gmail.com
 
1. Civilização ou barbárie: Estado, democracia e Economia-política (20/04)
 
– Michel Lowy, Chico Alencar e Tarcísio Motta
 
 
2. Classe e racismo (04/05)
 
– Lucas “Salada” Batal (MNU) e Roberta Eugênio (Advogada e Pesquisadora).
 
 
3. Reforma sanitária e Covid-19: a importância do SUS na defesa da vida (11/05)
 
– Paulo Pinheiro (Vereador PSOL), Sophia Rosa (Setorial de Saúde PSOL) e Ary Miranda (ENSP/Fiocruz)
 
 
4. Alternativas ao capital: os pensamentos liberal, social-democrata e socialista (18/05)
 
– Virgínia Fontes ( Historiadora/professora – UFF) e Demian Melo (Historiador/ professor – UFF)
 
5. América Latina: entre avanços e retrocessos (25/05)
 
– Rafael Araujo, Eduardo Scheidt e Rejane Hoeveler
 
6 . Crise ambiental
 
7. Feminismo – reprodução social e violência doméstica
 
8. Violência, direito à cidade e militarização
 
9. História da organização dos trabalhadores: Desigualdade, Carestia e solidariedade
 
10. Colapsos do capitalismo